quinta-feira, 21 de julho de 2011

Rapidinha–Futuro dos Games

Honestly, the only thing that is certain about the future of games, is that there will more to pay for less.
Paying separately for the multiplayer part of a game, paying more for additional characters, paying more for more levels, paying more for vanity items, paying more for games which are 0.5 updates to previous games, paying more for digital downloads...
Oh wait - we have this now.

De um post na Eurogamer.Smiley mostrando a língua

Rapidinha

As vezes quero realmente postar algo no Cave, discutir sobre o assunto, criar polêmica, etc. Mas tem momentos que só quero postar algo rápido, como um vídeo, uma foto ou um comentário. Para fazer essa diferença, resolvir ter um Tag de “rapidinha” nos títulos assim. Inaugurando minha primeira rapidinha:

image

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Kurt Wenner

Já ouviu falar ? Nem eu… conheci ele hoje, pelos infindáveis canais da internet. Kurt é um artista fascinado por 3D, que chegou a trabalhar na NASA por dois anos. Atualmente, é um free-lancer, realizando pinturas sob encomenda. Mas ele já pintou muitas maravilhas pelo mundo afora, sempre transformando calçadas e outras superfícies lisas (2D), em magníficos painéis 3D. Veja por si…

image

image

image

image

image

image

image

image

terça-feira, 19 de julho de 2011

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Já que o assunto é bichos…

Aí vão alguns vídeos interessantes de gatos:

Esse gato acha que tem que ficar em duas patas. Ninguem avisou que ele é quadrúpede ?
Esse aqui faz coco no vaso…. e depois usa o papel higiêncio !

Esse é antigo, mas muito show. O gato desiste e cai no sono…..

Carinha chato

Conhece aquela cara chato, que perturba até o último minuto ? Pois é… esse coelho tirou o dia para perturbar a vida dessa cobraSmiley surpreso

quinta-feira, 14 de julho de 2011

A lua.... Estou melhorando como fotógrafo....

 
Posted by Picasa

Lucro Brasil

Através da dica de um amigo, encontrei um artigo excelente sobre os preços praticados no mercado automobilístico brasileiro, mas que pode ser aplicado a qualquer produto. Abaixo reproduzo alguns trechos. O artigo completo (RECOMENDO !Smiley piscando) está aqui: http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/Mercado_Conteudo.vxlpub?hnid=45643

Trechos interessantes:

O “caso Honda”

O Honda City é um bom exemplo do que ocorre com o preço do carro no Brasil. Fabricado em Sumaré, no interior de São Paulo, ele é vendido no México por R$ 25,8 mil (versão LX). Neste preço está incluído o frete, de R$ 3,5 mil, e a margem de lucro da revenda, em torno de R$ 2 mil. Restam, portanto R$ 20,3 mil.

Adicionando os custos de impostos e distribuição aos R$ 20,3 mil, teremos R$ 16.413,32 de carga tributária (de 29,2%) e R$ 3.979,66 de margem de lucro das concessionárias (10%). A soma dá R$ 40.692,00. Considerando que nos R$ 20,3 mil faturados para o México a montadora já tem a sua margem de lucro, o Lucro Brasil (adicional) é de R$ 15.518,00: R$ 56.210,00 (preço vendido no Brasil) menos R$ 40.692,00.

O Corolla

A ACARA, Associacion de Concessionários de Automotores De La Republica Argentina, divulgou em fevereiro, no congresso dos distribuidores dos Estados Unidos (N.A.D.A), em São Francisco, os valores comercializados do Corolla nos três países. No Brasil o carro custa U$ 37.636,00, na Argentina U$ 21.658,00 e nos EUA U$ 15.450,00.

O Big Mac

Se a moeda for o Big Mac - confirmou Sérgio Habib, que foi presidente da Citroën e hoje é importador da chinesa JAC - o custo de vida do brasileiro é o mais caro do mundo. O sanduíche custa U$ 3,60 lá e R$ 14,00 aqui. Sérgio Habib investigou o mercado chinês durante um ano e meio à procura por uma marca que pudesse representar no Brasil. E descobriu que o governo chinês não dá subsídio à indústria automobilística; que o salário dos engenheiros e dos operários chineses não é menor do que o dos brasileiros.
Tem muita coisa torta no Brasil - concluiu o empresário, não é o carro. Um galpão na China custa R$ 400,00 o metro quadrado, no Brasil custa R$ 1,2 mil. O frete de Xangai e Pequim custa U$ 160,00 e de São Paulo a Salvador R$ 1,8 mil.

Baixar o preço? Pra que?

Para o presidente da PSA Peugeot Citroën, Carlos Gomes, os preços dos carros no Brasil são determinados pela Fiat e pela Volkswagen. As demais montadoras seguem o patamar traçado pelas líderes, donas dos maiores volumes de venda e referência do mercado, disse.
Fazendo uma comparação grosseira, ele citou o mercado da moda, talvez o que mais dita preço e o que mais distorce a relação custo e preço:
Me diga, por que a Louis Vuitton deveria baixar os preços das suas bolsas?, questionou.
Ele se refere ao valor percebido pelo cliente. É isso que vale. O preço não tem nada a ver com o custo do produto. Quem define o preço é o mercado, disse um executivo da Mercedes-Benz, para explicar porque o brasileiro paga R$ 265.00,00 por uma ML 350, que nos Estados Unidos custa o equivalente a R$ 75 mil.
Por que baixar o preço se o consumidor paga?,
explicou o executivo.

image

terça-feira, 12 de julho de 2011

Homenagem a Christopher Reeve

Em 2004, o Super Homem nos deixou. Com uma vida repleta de heroísmo, mesmo após o acidente que lhe deixou tetraplégico, Christopher Reeve sempre foi o reflexo do personagem imbatível e de caráter irretocável que interpretava. 

O italiano Francesco Accattatis criou uma pequena animação para homenagear o herói (chorei….)Smiley chorando